Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


10.7.15

R026 A depilação genital feminina

A depilação genital feminina é uma espécie de mutilação genital. Os pelos pubianos são selvaticamente arrancados da pele da vagina, zona bastante sensível, provocando uma dor dilacerante. Podem ser arrancados com cera, cortados com uma lâmina, ou retirados definitivamente com a moderna técnica do laser. A natureza providenciou pelos para proteger as zonas genitais de microrganismos que podem causar infeções, mas as mulheres que se depilam acham que isso são pormenores de pouca importância. E qual é a razão pela qual as mulheres sofrem dor e prejudicam a sua saúde? Para agradar aos “meninos” que só gostam de pipi light. Cona sem pelos, é como coca-cola light, café sem cafeina ou cerveja sem álcool.

Se perguntarmos a uma mulher por que razão se depila, vamos ouvir que gostam mais, que se sentem melhor assim, que é mais higiénico (imagine-se), e que as relações sexuais são mais prazerosas, mas a verdade é que é principalmente para estarem na moda e para agradar a “meninos” que têm nojo de cona. Curiosamente, se procurarmos na net qual a função dos pelos pubianos, vamos encontrar duas razões principais: proteger a vagina de microrganismos que podem provocar infeções e uma função secundária que é, o aumento do estímulo sexual pelo atrito dos pelos durante o ato sexual.

O argumento mais ouvido, o de que é mais higiénico, será o argumento mais ridículo. Higiénico, é tomarmos banho e lavarmos as partes intimas. Se fosse mais higiénico não ter pelos, quem faz depilação, para ser coerente, deveria também rapar a cabeça. Eu sou da opinião que cada um tem o direito de andar da forma que mais lhe agrada, mas devem assumir isso, sem necessidade de arranjar razões fictícias e tendenciosas, porque quando se diz que é mais higiénico andar depilada, subentende-se que as mulheres que não se depilam são pouco higiénicas, ou mesmo umas verdadeiras badalhocas. Nunca entendi porque é que as pessoas que aderem a estas modas prejudiciais à saúde, tenham sempre tendência de tentar rebaixar quem não quer aderir, como se tivessem inveja da personalidade e carácter de quem não adere.

Esta moda da depilação genital, deve-se essencialmente à indústria da pornografia, que para tornar mais visíveis os órgãos genitais decidiu rapar os atores porno. Os jovens cresceram a ver os filmes com atores depilados, e para eles o normal é não se ter pelos genitais. Para os mais velhos, que cresceram a ver filmes feitos por atores com grandes pintelheiras, ver uma cona toda rapada, faz lembrar o pipi de uma criança. É por isso que na sua generalidade os homens mais velhos gostam de conas com pelos, e os mais novos gostam mais de conas sem pelos. Esta moda é apoiada pelas depiladoras que ao verem a possibilidade de negócio, vão dizendo às suas clientes, que toda a gente faz depilação, que é mais higiénico e que os homens gostam mais delas rapadas. Mas é bom que os mais novos saibam, que a moda da depilação genital é recente, prejudicial à saúde, e que vai desaparecer dentro de pouco tempo.

Esta espécie de ditadura da depilação genital exercida sobre as mulheres, (já que os homens não são discriminados se não o fizerem), é mais uma submissão da mulher aos caprichos do homem. Nos países mais civilizados do norte da europa, onde a igualdade de géneros é praticada pela sociedade em geral, a maioria das mulheres não faz depilação genital, e muitas delas não fazem depilação de espécie nenhuma. Um dia destes vai aparecer uma geração de mulheres, que com a sua irreverência e informação disponível, vai recusar submeter-se a esta mutilação genital. Nessa altura, vai ser uma vergonha ter a cona sem pelos, já que isso vai revelar falta de personalidade, desinformação e estupidez na medida em que a mulher põe em risco a sua saúde para aderir a uma moda irracional, e apenas para agradar a “meninos” que não gostam de cona. Quem fez a depilação definitiva a laser, se não quiser passar por essa vergonha, vai ter que implantar pelos na zona genital.

Para os homens que gostam verdadeiramente de cona, gostam delas de qualquer maneira. Pessoalmente acho mais bonita uma cona com pelinhos e com um "ar" saudável. As conas com depilação recente, ficam todas amassadas, massacradas e vermelhas, com uma suavidade muito artificial, a nalguns casos com muitas borbulhas e pelos encravados. Ou seja, não ficam de facto mais bonitas.

Para mim cada cona é única, com a sua forma, a sua aparência, a sua beleza, o seu cheiro e o seu sabor, e nunca pode ser vista separadamente de um todo bem mais complexo e da qual faz parte integrante que é a mulher, também ela única, com todas as suas qualidades e fragilidades naturais de um ser humano. Nesse contexto, para se ter prazer com uma mulher, mais importante do que se usa a cona ao natural ou rapada, é a forma como interagimos e nos envolvemos com ela. A resposta do seu corpo (cona incluída) depende desse envolvimento e da forma como é estimulada.

Informação cientifica acerca da depilação genital Feminina: Aqui

Deixo aqui o link para uma conversa publicada no blog, que mostra bem o dilema de uma rapariga de 22 anos em relação à depilação.

http://xarmus.blogspot.pt/2013/08/conversa-902-diana-22-c01b.html

12 comentários:

Rebeca disse...

Grande texto!
Como mulher de 23 anos que partilha a tua opinião, não podia ter ficado mais contente ao ler isto.
Vou usar esse argumento da falta de carácter nas discussões (que já tive às vezes bem acesas) sobre a depilação genital. Quando tento mostrar que o argumento da melhor higiene não faz qualquer sentido, só me falta chamarem badalhoca :P

xarmus disse...

Olá Rebeca,

Obrigado pelo teu comentário.

Já és da geração que já começa a questionar a depilação genital... boa.

Eu decidi escrever esta reflexão porque aqui há uns tempos no shiuuuu, li um segredo que dizia mais ou menos isto... o meu namorado tem uma panca... agora quer que eu deixe crescer os pelos da vagina, está doido. Se fiquei de boca aberta com o segredo, fiquei chocado com os comentários que diziam mais ou menos isto... desculpa lá mas o teu namorado não está bom da cabeça... e outro dizia.... que depravado, se fosse eu mandava-o já dar uma volta... e um terceiro.... essa gajo passou-se, tens que o levar ao psicólogo. Ao ler isto tudo pensei... devo ter aterrado noutro planeta... hehehehehe.

Percebi pelo segredo e pelos comentários que se tratavam de jovens, e como é meu habito escrevi qualquer coisa a explicar-lhes que era normal as pessoas terem pelos púbicos e que a depilação genital era uma moda recente. Este episódio fez-me lembrar os miúdos que pensam que as maças nascem no pingo doce.

Qualquer dia uma pessoa que não tenha uma tatuagem ou um piercing é um anormal, e tem que ser internado. Estas ditaduras das modas são mesmo uma coisa ridícula. As pessoas não só aderem de olhos fechados, como não aceitam que outros possam não querer aderir e não têm que ser discriminados por isso.

Beijocas... e obrigado pelo teu comentário

Anónimo disse...

Tenho 20 anos e a minha opinião é parecida com a tua. Acho a depilação total com cera ou com laser extremamente violenta e o grau enorme de dor que provoca só mostra que devia ser evitada... O argumento da falta de higiene é ridículo e o facto de grande parte dos homens achar que pode ser intransigente a esse ponto com o aspecto da vagina das parceiras sexuais é ainda mais parvo. Não estou a defender que não haja qualquer tipo de depilação, mas também não é preciso tirar tudinho. Dizer que se gosta de mulheres mas ter nojo de vaginas que não estejam totalmente depiladas é muito estranho.

Anónimo disse...

No fundo comes tudo o que te apareça à frente...

xarmus disse...

Olá Anónima das 13:39

Tem razão. Acho que os homens que se dizem heterossexuais e têm nojo de cona, deviam repensar as suas opções sexuais, e as mulheres não se deviam sujeitar a rituais primitivos para agradar a meninos que não têm as suas opções sexuais bem definidas.

xarmus disse...

Olá Anónima das 14:49

Não é verdade. Infelizmente não consigo comer tudo o que me apareça à frente. Nem teria tempo para comer tudo o que me aparece à frente, e como todos nós, tenho que fazer as minhas escolhas.

E tu deves ser daquelas que eu não quis comer, daí estes comentários que às vezes recebo, completamente desenquadrados do tema, e que revelam muita amargura.

Sara 28 disse...

Eu há mais de 2 anos que não faço depilação genital, ou aparando com a tesoura e no verão tiro com cera apenas o suficiente para não se notar com o fato de banho.

Realmente é uma tortura medieval fazer a depilação a cera, eu até no olho do cu fazia com cera. Agora é uma liberdade, um alívio.

E quem não gostar, olha azar o deles.

xarmus disse...

Olá Sara,

Fazes muito bem. É bom andarmos como nos sentimos melhor, e não termos que sofrer para andar como os outros gostam. E quem gosta mesmo de coninha, gosta dela ao natural, bonita, cheirosa e com um ar saudável.

Beijocas

Anónimo disse...

Em tempos, há muitos anos, eu e uns quantos amigos, criamos a LAP - Liga dos Amigos das Pentelheiras. Eu fui um dos fundadores e presidente. O resto do pessoal foi-se juntando...
Com o andar dos anos, fui mudando de opinião.
Sou louco por minete e não há nada mais irritante que um pentelho na garganta.
Esteticamente, para o meu gosto claro, não há nada mais lindo que uma coninha rapada.
Acabei por fundar a LACRA - Liga dos Amigos das Conas RApadas. À parte de fundador, sou presidente vitalício.
Para mim, nenhuma mulher deve ter nem um pelo abaixo da pálpebras inferiores, ou como muito, um tufo de pelinhos com não mais de meio cm de espessura, em forma de coração, árvore de natal e outros desenhos de bom gosto, mas sempre por cima da rachinha.
Que vos parece?

xarmus disse...

Olá Anónimo das 6:00 da matina,

Que radicalismo meu, passar da LAP para a Lacra... hehehehe.
és de extremos. Para mim, cona é como sardinhas, gosto delas de qualquer maneira. Gosto de as fazer vir, de as fazer ejacular e de saborear tudinho. Gosto delas bonitas e com um ar saudável e feliz. E gosto de ver as donas satisfeitas, alegres e bem dispostas.

Obrigado pelo teu testemunho... abraço

Amor disse...

A mim ninguém me pediu para começar a depilar a zona genital.
Pessoalmente eu adoro e dá-me uma sensação muito boa e também mais tesão.
Nunca fiz a lazer, mas hei de fazer. O que costumo usar é creme depilatório para as peles sensíveis.
:)

xarmus disse...

Olá Amor... Pensa bem antes de fazeres a laser. Depois não há volta a dar. Mas se é verdade que gostas de andar rapada e que não é para agradar aos meninos que têm nojo de cona... força. O importante é que andes como gostas e que sejamos todos felizes.

Beijo