Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


26.5.14

R023 Como engatar um homem mais velho

Uma leitora do blog, deixou-me um comentário na Foto 851, que transcrevo em baixo. Como achei a questão interessante de responder, e com a certeza de que as questões levantadas pela leitora, são também questões que muitas outras jovens gostariam de ver respondidas, decidi fazer da resposta, um post em forma de reflexão, onde mais do que lhe responder, possa abrir uma plataforma de diálogo aberta a quem quiser participar, seja com a sua opinião acerca do tema, seja com perguntas que gostassem de ver respondidas.

"Sou leitora do Shiuuuu e, como gosto das observações que lá faz, dei com este espaço. :) Como já reparei que um dos lados bons deste blog é ser uma espécie de "consultório sexual", tenho uma pergunta: tenho 20 e pouquíssimos anos e gostaria de ter uma experiência (ou troca de experiências) com um homem de 40 e tal anos. Mas nunca sei como conseguir isso, é sempre mais fácil o envolvimento com pessoas da mesma faixa etária, uma vez que se assume (embora erradamente) que isso seja sempre o mais certo. Pergunto isto por curiosidade, gostaria de saber o que acha. :) "

A sociedade em geral aprova os relacionamentos entre pessoas da mesma faixa etária porque partem do princípio que esse relacionamento tem como objectivo, o namoro, o casamento e a procriação, enfim, uma vida em conjunto. Ou seja, manter um relacionamento que envolva sentimentos e que tenha futuro. Nesse caso, e até por uma questão de partilha de interesses, é sempre melhor os envolvidos serem da mesma faixa etária. Uniões entre pessoas com grande diferença de idades, são na generalidade mais difíceis de manter, porque os objectivos de vida são muito diferentes, e por muitas outras razões que não interessa agora enumerar. É preciso um amor muito forte, muitas cedências de parte a parte e muita “ginástica” para que um relacionamento entre pessoas com grande diferença de idades dure muitos anos ou mesmo uma vida inteira.

No caso de a ideia ser apenas uma experiência sexual, pode ser benéfica essa diferença de idades. À partida, uma jovem tem mais probabilidades de ter uma melhor experiência sexual e aprender mais, se trocar prazer com alguém mais velho, que tem mais maturidade e experiência, e que certamente se vai preocupar com o prazer dela, e lhe proporcionar uma relação sexual gratificante no seu todo, do que com um jovem da sua idade, também ele inexperiente, com menos conhecimento e/ou vontade para lhe dar prazer, e com o problema muito comum de atingirem o orgasmo em pouco minutos, não dando tempo à parceria para o acompanhar.

Outro problema que se levanta entre jovens da mesma faixa etária, é que os rapazes que normalmente são mais imaturos que as raparigas, são também mais preconceituosos, cheios de certezas, e aceitam mal as experiências mais arrojadas propostas pelas raparigas, quando estas querem experimentar coisas novas (coisas que para eles só se fazem com as prostitutas). Conheço casos de raparigas que namoram rapazes da idade delas com quem têm uma relação “soft” própria para as suas idades, e depois têm um amigo colorido com quem têm práticas sexuais que seriam impensáveis ter com o namorado, e com quem aproveitam para dar largas à invaginação, e gozarem à grande sem o medo de serem recriminadas ou censuradas.

Como nem tudo são rosas, as experiências sexuais com homens mais velhos, também têm os seus riscos. Como as jovens têm mais propensão para se apaixonarem, correm o risco de se apaixonarem e não serem correspondidas por alguém mais velho que resiste melhor às paixões arrebatadoras e que terá apenas interesse no relacionamento sexual. Muitos homens mais velhos, têm relacionamentos a decorrer, e procuram apenas sexo, sem grandes envolvimentos, e se não têm, também não estão interessados em ter, preferindo ter uma vida livre de compromissos e que lhes permitam ir variando de parceira, e gastar os "últimos cartuchos".

As experiências que tive quando era novo, com mulheres mais velhas, e as que tenho agora com mulheres mais novas que eu, têm sido muito gratificantes para os dois lados. Muitas das histórias, reflexões e principalmente conversas com raparigas na casa dos vinte e poucos anos publicadas neste blog, para além de comprovarem o que foi dito em cima, também mostram que as experiências sexuais que algumas delas tiveram comigo, foram sempre gratificantes e prazerosas para elas.

Passando à questão levantada pela leitora, há diversas formas de travar conhecimento com pessoas que procuram relacionamentos de diversos tipos, seja amizade, namoro, amizades coloridas ou encontros meramente sexuais. Uma das formas que acho mais seguras é através de sites de relacionamentos. Embora pareça perigoso à primeira vista, nestes sites podemos conhecer e testar outras pessoas à distância e sob anonimato, e só as passarmos para os nossos contactos de Skype ou outros, depois de termos algumas garantias de idoneidade, honestidade, sinceridade e respectivas intenções. Assim, os associados destes sites, podem na segurança das suas casas, conversar o tempo que quiserem, e protelarem um encontro real até sentirem o desejo e a confiança necessárias, para dar esse passo.

Há muitos sites de relacionamentos onde as pessoas se inscrevem de forma anónima, preenchem um perfil, onde divulgam algumas informações básicas, e onde podem optar por serem contactadas por pessoas com determinado perfil, e podem inclusivamente escrever um pequeno texto livre, onde podem dizer o que procuram ou para o que se podem disponibilizar. Há perfis de raparigas de vinte e poucos anos, que dizem procurar homens dos 35 aos 50 por exemplo. Todas as opções são possíveis, inclusivamente bloquear tipos de perfis que não lhes interessam, como por exemplo, homens casados, ou até bloquear pessoas por quem foram contactadas e de quem não gostaram. Desta forma, podem travar conhecimento com outras pessoas com os mesmos interesses, de forma segura, e selecionar apenas aquelas com quem querem conversar, ou com quem gostariam de conhecer pessoalmente.

Foi desta forma que conheci centenas de mulheres, e depois de as passar para os meus contactos de msn ou de Skype, pude conversar com elas, no sentido de perceber se tínhamos interesses em comum, e se estaríamos interessados em conhecer-nos pessoalmente, manter algum tipo de relacionamento ou até apenas de nos envolvermos sexualmente. São algumas dessas conversas que eu publico aqui no blog, com o objectivo de partilhar com quem quiser ler, toda esta temática da forma mais real possível, onde se podem perceber as diferentes motivações, desejos, receios e expectativas, das diferentes pessoas que conversaram comigo, assim como acompanhar alguns desses relacionamentos, e em muitos casos, perceber como ou porque acabaram.

Dito isto, não posso deixar de alertar principalmente os mais novos, que o mundo da net também tem os seus perigos. As pessoas que andam na net, somos todos nós, e são as mesmas que nos rodeiam na vida real, mas devido à possibilidade de se mostrarem e agirem anonimamente, surgem novas formas de mentir e de enganar, para as quais, uma grande parte das pessoas não está preparada. Aconselho a leitura das histórias “H003 Viver à conta” e “H004 Mentiras perigosas”, e os respectivos comentários.

Uma das tangas mais usadas pelos homens na net, (que também acontece na vida real) para conseguirem levar para a cama, as mulheres que só vão se sentirem que o homem está apaixonado ou interessado num relacionamento “sério”, com compromisso de exclusividade e fidelidade, e aceitarem as condições impostas por elas, quando sabem à partida que não vão cumprir o prometido. Aceitam porque também querem exclusividade da parte delas, fingem-se apaixonados e tudo o mais que elas quiserem para as papar. Muitos deles são casados ou têm relacionamentos fixos, ou várias amigas coloridas. A possibilidade do anonimato, e o facto de as pessoas não terem amigos em comum, e não se conhecerem na vida real, facilita manter e gerir a mentira por muito tempo. Quando eles desaparecem de um dia para o outro ou finalmente se descobre a mentira, é muitas vezes devastador para as mulheres que acreditaram, construíram sonhos, e se apaixonaram por eles.

Para complementar esta reflexão, aconselho a leitura das reflexões R001 Mentiras, R003 Diferença de idades, R009 Cantadas hipócritas, R010 Engana-me que eu gosto, R014 Engatar na net.

16 comentários:

xarmus disse...

Olá D.

Espero ter respondido às tuas questões. Se tiveres mais duvidas ou quiseres dizer alguma coisa acerca do que escrevi, não te acanhes.

Beijocas

D. disse...

Olá de novo!

Depois de ter lido algumas coisas do teu blog, percebi que temos visões diferentes. Enquanto tu achas que ser fiel não é algo que seja possível e que é uma construção que foi sendo imposta pela sociedade (o facto de o natural ser namorar com alguém, casar com essa pessoa), eu penso que é tudo uma questão de escolha entre querer ou não estar com alguém. Claro que, numa relação, não somos cegos, repara-se sempre em alguém mais bonito ou atraente. Mas tendo escolhido estar com alguém, é possível ficar-se com essa pessoa. Tudo está na base da sinceridade: se, por outro lado, a pessoa por natureza não consegue manter-se numa relação e tiver necessidade de estar com outras pessoas, acho óptimo, mas desde que haja a tal sinceridade. E como percebo que, embora com perspectivas diferentes, a tua forma de agir é sincera, queres sexo e dizes e sabes o que queres, deste-me vontade de falar contigo e perceber outros pontos de vista. Isto para explicar a minha curiosidade em relação a ti.

Quanto às respostas que me deste:

- quanto ao que disseste sobre muitas vezes os rapazes mais novos serem algo imaturos ou egoístas, não digo que não sejam (apesar de pelas experiências que tive não ter sentido isso), mas a minha vontade de estar com um homem mais velho (40 para cima), não vem da minha descrença ou desilusão quanto aos rapazes da minha idade. Apenas quero estar com alguém mais velho porque há homens da tua idade que considero muito atraentes e o que me excita é o pensar em ser dominada por alguém que me quer foder por ser mais novinha.

- quanto à forma que me aconselhaste para poder envolver-me com alguém mais velho: já tive conversas sexuais com pessoas que não conhecia (e, como dizes, o anonimato ajuda muito) e foi muito bom, mas nunca estive com alguém que conhecesse na net. Gosto do contacto real e imediato e pela net há sempre aquela desconfiança. Por isso te disse que é difícil conhecer alguém mais velho para sexo apenas. As pessoas mais velhas com quem estive tinham 29 e 34 (tendo eu 22) e aí foi fácil de acontecer. Mas como conseguir que aconteça com um homem de 40 e tal é mais complicado. Aí os sites que referiste são uma boa opção, mas eu prefiro mesmo o engate ao vivo do que o engate por palavras. E surgiu-me uma pergunta, que te cabe a ti decidir se queres ou não responder: porque preferes o engate pela net? Acho que te safavas muito bem de outra forma, pelo menos comigo.

Acho que era mais ou menos isto que te queria dizer, agora espero pelo teu comentário! E já percebi que montes de pessoas o dizem, mas: realmente, tens algo que atrai.

xarmus disse...

Olá D.

De facto, temos visões diferentes porque também temos idades, vivências e experiências diferentes. Mas não deves ter lido tudo o que escrevi acerca do tema, porque também digo nalgum sitio que quando os relacionamentos são recentes e os envolvidos estão apaixonados, é possível serem fieis um ao outro. A fidelidade é possível durante um período. O que eu disse acerca da infidelidade, dos relacionamentos abertos e até do swing, foi em relação a relacionamentos de anos, ou mesmo de muitos anos. Tu tens 22 anos, imagina um casamento de 28 anos. Há relacionamentos em que a infidelidade começa ao fim de 2 ou 3 anos, mas há outros em que só acontece ao fim de 25 anos. Ao fim de uns anos, o sexo apenas com a mesma pessoa cai na rotina e todos nós temos necessidade de voltar a sentir a adrenalina da novidade, de um novo corpo, de novas práticas, e até do risco de trair.

Em relação aos rapazes mais novos, tudo é relativo e também depende do grau de exigência e/ou do habito da mulher. Sendo tu mais nova, é natural que te satisfaçam rapazes da tua idade, é assim que funciona a natureza. Mas para mulheres que gostam e estão habituadas a estar a ter sexo uma tarde inteira, normalmente não o conseguem com rapazes novos. Como também já me aconteceu o contrário. Estar eu a preparar-me para estar umas boas 4 horas no bem bom, e a parceira de 24 anos, querer parar depois de se vir duas vezes e ao fim de 1 horinha de brincadeira. Segundo ela, já estava toda dorida e toda partida e muito satisfeita. Para uma rapariga assim, um rapaz da idade dela, encaixa na perfeição. É tudo relativo. Saber que gostavas de ser dominada e fodida por um homem mais velho… é sempre uma ideia muito agradável.

Em relação ao engate… ao vivo fica mais complicado entre pessoas com grande diferença de idade, por várias e óbvias razões. Pela net tudo é mais fácil. É uma questão de hábito, se experimentares e tiveres uma boa experiência… ficas fã.

Eu tenho muita facilidade de engatar ao vivo, porque sou charmoso, com bom corpo, simpático e sempre bem disposto. Já tive muitas situações de engatar na rua, em discotecas ou noutro lado qualquer, mas prefiro pela net por várias razões. Na reflexão “R014 Engatar na net”, estão algumas delas.

De forma rápida e resumida posso dizer-te algumas das principais razões: Eu sinto-me atraído mais pelo desejo que sinto do outro lado, do que pelo corpo que a mulher possa ter. Não são os corpos que me levam, e por isso aquilo que pode ser a vantagem de ver ao vivo para os outros, para mim não é relevante. Como não sou gajo de “dar a volta” ou de convencer alguém a ir prá cama comigo, sentir que há desejo do outro lado é muito importante. Com a minha experiência, já percebi que para o sexo ser excelente, não basta ser eu a querer comer a moçoila, é preciso que ela esteja mortinha para ser comida por mim.

xarmus disse...

Por outro lado, eu que sou dominador e activo, tenho através da net a possibilidade de conhecer os gostos de quem está do outro lado, que a coberto do anonimato é mais desinibida e sincera a teclar do que seria num encontro ao vivo, e perceber se somos compatíveis em relação ao sexo. Como dominador, gosto de submissas, que me deixem fazer o que me apetece, que se entreguem incondicionalmente, e inclusivamente ter encontros bem criativos e estimulantes, como se podem testemunhar em algumas histórias e conversas aqui publicadas no blog. Sem conversas prévias na net, era impossível uma mulher que não me conhece de lado nenhum, que nunca me viu ao vivo, entrar numa autocaravana com os olhos vendados, deixar-se despir e amarrar, toda nua e toda aberta, sempre vendada, e entregar-se completamente indefesa às vontades de um depravado que sabe que gosta de abusar, de puxar cabelos, de chamar nomes e de dar uns estalos. E não penses que foi uma maluca que fez isso, foram várias mulheres de idades diversas, e mais difícil ainda, algumas casadas.

Entendo perfeitamente que para ti não faça sentido engatar na net, mas para mim, era impossível conseguir de uma mulher aquilo que consigo sem a ajuda da net. Para além do prazer sexual que tenho com estes encontros criativos, dá-me imenso prazer conseguir que as mulheres confiem em mim incondicionalmente.

Uma beijoca boa, e obrigado pela tua participação

D. disse...

Lendo o que disseste, o que me apetece dizer é: não sei como alguém se satisfaz só com uma hora. Eheh. Aliás, uma das coisas mais "caricatas" que me aconteceram a este nível foi querer mais e o rapaz já não conseguir mais...
Por mim, era todos os dias. E neste momento o que mais me apetece é ter um homem muito mais velho a comer-me o rabinho.

xarmus disse...

Huummm... um homem muito mais velho a comer-te o rabinho, parece-me excelente.

Vê lá, não quero que te falte nada. Se precisares de alguma coisa de um homem muito mais velho... não te acanhes. Eu prometo que nem te mostro a "seringa"... Hehehehehehe

Anónimo disse...

Olá D.! Aproveita a "janela que se escancarou"... Com o Xarmus podes realizar o teu desejo... Com a garantia de que para além de conheceres um "cota" que te vai encher as medidas, vais conhecer um ser humanao excepcional! VIVE minha querida as oportunides que se cruzam no teu caminho... ;)

Beijos para ti Meo Dono
Bárbara 36

Anónimo disse...

bom dia aqui um homem em jejum a anos e anos pá e a ouvir estes convites como um homem sofre pá quem me dera ser o sortudo mas enfim acho que a sorte não quer nada comigo neste sentido. não se pode ter tudo o que se quer. quanto ao tema já vi de tudo um pouco pessoal que engata na net e fora dela vai muito da mente de cada um utilizar as varias formas possíveis de ter experiencias. se em alguns sentidos poderá ser perigoso em outros pode ser uma agradável surpresa basta ter cuidado falo em relação as mulheres primeiro encontro em um local com muita gente é uma possibilidade e depois dependendo da química de como se sinta seja mais velho ou não e se agradar forsa vale pela esperiencia e adrenalina. o que custa é a primeira depois é sempre a andar lol cumprimentos
sérgio

Anónimo disse...

Dificilmente encontrarás um homem mais velho que te acompanhe melhor nestas novas descobertas. E tal como a Bárbara36 diz, ainda poderás conhecer uma pessoa maravilhosa, inteligente e de confiança. O Xarmus é um querido MESMO! :)

Beijo para ti Xarmus
N

xarmus disse...

Olá Bárbara 36

Ó minha querida, já me deixaste a babar para cima do teclado.

Espero que esteja tudo bem contigo.

A ver se apareces no Skype, gostava de saber novidades tuas. Por onde andas e como está a tua vida.

Sempre foste uma mulher fantástica. Beijocas boas para ti minha querida

xarmus disse...

Olá Sérgio

Como vai isso? tudo bem?

Abraço

xarmus disse...

Olá N

Agradeço as tuas palavras.

Os meus leitores vão pensar que pago comissão para virem aqui dizer bem de mim... hehehehehe

Uma beijocas boa para ti minha querida


D. disse...

Obrigada pelo conselho, meninas. :)

Beijinho para os 3.

xarmus disse...

Beijocas nossas para ti D.

Anónimo disse...

Tenho tentado essa experiência de conhecer homens pela internet e para mim não tem funcionado. Os homens com que sai eram muito egoístas, chegaram ao orgasmo varias vezes e quando eu estava quase "lá" eles simplesmente gozavam. Nem sexo oral, sabiam fazer..aff..so usavam a língua e os dedos não contam?.

Como sou bissexual minha cota de opções sobe um pouco...kkk...Outro dia tive uma tarde muito intensa com uma moça que conheci em um clube de swing. Marcamos na minha casa. Antes de chegar, ela me ligou perguntando se eu gostava de chocolate... Na hora nem imaginava o que ela queria, mas quando chegou e me vendou comecei a ter uma ideia...Foi muito bom e doce...

Pensando bem pode ser que o problema também esteja comigo...Tive um relacionamento com um homem dominador, e ele despertou em mim esse tendência submissa, esse anseio pela entrega, pela dor...Quando saio com homens espero que eles me dominem de tal modo que eu esqueça tudo....exceto o prazer....Posso estar exigindo muito, mas depois experimentamos sexo com qualidade, não nos contentamos com menos...

Beijos...
F.S

xarmus disse...

Pois... é verdade, quando se experimenta sexo com qualidade, fica difícil contentarmo-nos com menos. E ainda fica mais difícil para as mulheres, que normalmente não lideram a coisa, e pouco depende delas.

Mas pela net também podes saber como eles são. Se falares com eles acerca de outras aventuras, e se te queixares daquilo que gostas e não gostas na cama... eles já sabem o que esperas deles. Acho que deve haver aí alguma falta de dialogo. Ou seja, acho que não aproveitas bem as potencialidades da net.

Como podes ver pelas minhas primeiras conversas pela net, quando me encontro com alguém, já tenho uma noção do que gostam ou não gostam e o que eu posso ou não posso fazer.

Beijocas boas