Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


1.5.10

H004 Mentiras perigosas


H004 Mentiras Perigosas

Um dia conheci uma rapariga de 33 anos que estava separada há dois anos, e vivia sozinha com um filhote de 7 anos. No decorrer das nossas conversas de msn, fomo-nos conhecendo mutuamente e fomos cimentando uma amizade que rapidamente se tornou colorida. Inicialmente ela disse-me que não tinha amigos coloridos e nem era isso que procurava na net, mas conforme me foi conhecendo melhor, e depois de eu lhe ter dito que não estava interessado em relacionamentos sérios, e de ela ter visto que eu era um homem completamente liberal e despreconceituoso, lá me confessou que já tinha tido uns amigos coloridos.

Apesar de darmos umas quecas de vez em quando, e de mantermos um relacionamento com alguma frequência de encontros, partilhávamos um com o outro as historias dos engates que íamos fazendo na net. Nunca me levou a mim ou qualquer outro amigo colorido a casa dela, porque vivia com o filho e não queria que o filho conhecesse nenhum amigo colorido. Dávamos umas quecas bem desinibidas com muita cumplicidade, e até trocávamos conhecimentos adquiridos com outros parceiros, mas nunca passámos para um envolvimento mais amoroso, era mesmo só sexo e amizade.

Lembro-me de um dia estar a penetrá-la por trás, e já doidinho de lhe ver o buraquinho do rabinho a rir-se para mim, lhe ter perguntado se me deixava papar-lhe o cuzinho, ao que ela me respondeu que não gostava, e que já tinha tentado com o ex-marido mas que lhe tinha doido muito e que não queria voltar a experimentar. Um dia telefonou-me:

M - está Luis?
L – sim...
M – queria pedir-te um favor...
L – Claro linda... diz
M – a semana passada conheci um homem maravilhoso, já saímos 3 vezes e ele está apaixonado por mim, e eu também estou apaixonada por ele, foi amor à primeira vista, e queria pedir-te que não me contactasses. Ele não sabe das minhas amizades coloridas, e não me convinha nada que me contactasses ou enviasses aquelas tuas mensagens depravadas porque ele pode apanhar alguma coisa e eu estava logo lixada.
L – Claro linda, fico muito feliz por ti. És uma querida e mereces tudo de bom desta vida. Podes ficar descansada que eu não volto a contactar-te.
M – É possível que possamos conversar às vezes pelo msn, não queria perder o contacto contigo, mas não quero ter mais sexo contigo. Estou apaixonada e não lhe quero ser infiel. Entendes isso?
L – entendo isso perfeitamente. Mas isso não foi assim um pouco precipitado? Se só o conheces há uma semana...
M – Eu sei, mas foi assim uma química que eu nem te sei explicar, mas ele é a minha alma gémea, eu sinto isso... sabes como é?
L – Sei, mas também fico preocupado contigo. Acho que devias ir com calma até o conheceres melhor. Como costumo dizer às amigas, dá a cona mas não dês o coração. Já pensaste se ele só quer dar umas quecas e se depois te deixa pendurada?
M – Nem penses nisso... eu sinto que ele está doidinho por mim. Achas que são todos como tu? Que só queres comer as gajas e que não queres nada de sério? Ele é de boas famílias e é um homem de princípios, e quer um relacionamento sério comigo.
L – Mas tens contactos dele? Sabes onde vive? Onde trabalha?
M – Ele está em processo de divórcio e não quer que eu o contacte para casa, porque não quer que a mulher dele saiba que ele tem um relacionamento, mas daqui a 2 meses já vai estar divorciado e vamos poder assumir o nosso relacionamento... estou tão feliz.
L – ok linda. Tudo bem, desejo-te as melhores felicidades. Vai dizendo alguma coisa pelo msn quando estiveres sozinha.
M – Eu vou deixar de usar aquele msn, mas se puder ligar eu vou dizendo coisas. Beijos
L – Beijos
Durante umas 3 semanas nunca mais ouvi falar dela. Um dia estava a trabalhar com o msn ligado, e entrou ela a enviar um beijinho.
L – Olá linda… tudo bem contigo?
M – Está tudo óptimo. Vim dar-te uma novidade... o Carlos pediu-me em casamento. Estamos a pensar casar daqui a 3 meses. O divórcio dele está quase concluído e depois vamos poder casar. Depois posso conhecer a filhota dele. Temos passado dias juntos, e ele já dormiu umas vezes cá em casa, é um querido para o João e o João gosta muito dele também. Estou tão feliz... já tinha perdido a esperança de encontrar alguém para refazer a minha vida.
L – Que maravilha linda... fico feliz por ti. E já sabes mais alguma coisa dele? Onde trabalha? Já lhe ligaste para algum número fixo?
M – Não... ele não gosta que lhe liguem para o trabalho. Ele é arquitecto e tem uma empresa. Às vezes é a secretaria dele que me liga e depois passa-lhe a chamada: - vou passar ao senhor arquitecto.
L – sim... mas isso não quer dizer nada. E o número fica registado no teu telemóvel?
M – não... é numero anónimo... mas qual é o teu problema? Lá tas tu a desconfiar de tudo e de todos... cá para mim estás com ciúmes.
L – não estou nada linda... só continuo a pensar que devias ter mais informações acerca dele. Teres um número fixo... saberes onde ele trabalha... teres qualquer coisa mais palpável sem ser só um número de telemóvel... já conheci muita gente na net e sei montes de histórias idênticas que acabaram mal. Já pensaste que se ele quiser desaparecer nunca mais tens maneira de saber dele?
M – Já te expliquei que ele não gosta que lhe telefonem para a empresa nem para casa por causa do divórcio dele que ainda não está concluído. Mas tu achas que eu sou parva?... se não fosse verdade eu já tinha dado por isso. Pensas que são todos como tu que só queres dar umas quecas? Ele é um querido, e já me pediu em casamento e tudo. Vamos passar a lua-de-mel às Maldivas... estivemos a ver sites na net aquilo é lindooooo. Uma água transparente e quentinha. Vamos para um resort construído em cima da água, em que o chão dos quartos é de vidro e vê-se os peixinhos por baixo do chão... e levam-nos o pequeno almoço ao quarto com montes de flores... estou tão feliz... Bem, tenho que desligar... beijocas boas.
L – beijocas linda... e fico muito feliz por ti... sério que fico.
M – Eu sei lindo... tu és um querido, mas às vezes és muito desconfiado... beijos
L – beijocas linda... Tudo de bom para ti. Desejo-te muitas felicidades.

Durante cerca de um mês não soube mais nada desta minha ex-amiga colorida. Até cheguei a pensar que afinal na net também havia histórias com final feliz, que diga-se de passagem, é raríssimo mas também há. Uma noite, recebo um telefonema dela. Não se percebia quase nada do que ela dizia no meio do choro e de tantos soluços:
M – Luis... preciso muito de falar contigo.
L – O que aconteceu linda?
M – Foi o Carlos... aquele estúpido enganou-me.
L – Mas enganou-te como? Com outra?
M – Não... enviou-me uma mensagem a dizer que ainda amava a mulher e que fez as pazes com ela, e para eu o esquecer. Passei o dia a tentar falar com ele e nunca me atendeu, e depois enviou-me outra mensagem... horrível, a dizer para eu não o chatear mais, que nunca gostou de mim, que só me quis comer, e que eu sou burra mesmo.
Não paro de chorar há 2 dias, não como nada e faltei ao trabalho, a minha vida desabou como num terramoto. Preciso muito de ti, de falar contigo, estou na cama há dois dias.
L – onde está o teu filho?
M – está na minha mãe, ele não me pode ver assim.
L – Queres que vá aí a casa e levo alguma coisa para comeres?
M – Fazias isso por mim? És um querido. Não precisas de trazer comida, não consigo comer nada.
L – Claro linda... tudo bem. Dá-me duas horas que já apareço aí… telefono-te pelo caminho para me dizeres onde moras, e tens que me prometer que tentas comer alguma coisa.
M – Está bem Luis... eu tento. Não consigo dormir, não consigo comer, estou-lhe com um ódio de morte... vê lá tu que aquele grandessíssimo cabrão até o cu me comeu. Eu dei-lhe tudo. O que é que eu vou dizer ao meu filho? Como vou explicar o desaparecimento do Carlos?
L – Tem calma... já falamos melhor. Deixa-me preparar aqui as coisas e seguir para baixo... até já.
Pelo caminho fui a pensar como é possível alguém fazer isto a outra pessoa? Tinha conhecimento de histórias parecidas, de gajos que mentem para conseguirem o que querem, mas com esta crueldade nunca tinha visto. Quanto mais pensava, mais entendia o porquê disto tudo.

O gajo apareceu na vida dela e acabou logo com a concorrência, tinha a menina às ordens sempre que queria estar com ela, jantava e dormia em casa dela, nunca precisou de pagar motel, andou a comer uma mulher apaixonada com tudo o que isso representa em termos de entrega, sem ter que comprar preservativos, e ainda lhe comeu o cu. Desapareceu cobardemente sem deixar rasto e sem ter que enfrentar a situação.

Ele conseguiu dela coisas que eu com a minha sinceridade nunca consegui. De facto, as circunstâncias provam que existem fortes razões para um homem mentir. Mentir compensa, e é por isso que tanta gente anda a mentir na net. Eu que nunca tive nada do que ele teve, ainda tenho que ir ajudar a dama a recuperar do embate, e dar-lhe o ombro amigo, apesar de tanto a ter avisado de que isto podia acontecer. É claro que estas coisas também acontecem fora da net, mas não com esta facilidade e principalmente com esta impunidade. O homem desaparece com a maior das facilidades e no dia seguinte parece que nada se passou, e pode procurar uma próxima vítima para repetir tudo novamente.

16 comentários:

Anónimo disse...

Realmente, só um grande fdp faz uma coisa dessas, todo o cuidado é pouco. Mas foste sem dúvida um bom amigo e isso é muito importante. Fazes bem em escrever estas histórias para as pessoas se precaverem melhor!

The Hunter

xarmus disse...

Todas as mulheres com quem falo, dizem sempre que apanham bem os mentirosos, e que mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo e tal... mas o problema é que a net e os relacionamentos anónimos vieram trazer um novo paradigma aos relacionamentos entre homens e mulheres. As possibilidades são novas, e ninguém está preparado para se defender, pela simples razão de que não conhece essas novas possibilidades. Partilhando esta história, dá para se perceber a dificuldade em apanhar um mentiroso que vive há anos com uma identidade falsa e em que todas a hipóteses de escorregar são muito poucas porque estão fortemente testadas e corrigidas ao longo dos anos e com diversas parceiras.

Cenas Gaja disse...

Um amigo como tu há poucos....bjs

xarmus disse...

Obrigado minha querida.

Beijo

Shiny_Smile disse...

Gostei muito da meiguiçe com que falou da sua amiga, e o facto de ter ido ter com ela...
Bom amigo

xarmus disse...

Olá Shiny_smile... eu sou sempre amigo para as amigas... na boa.

Anónimo disse...

O problema é sempre o mesmo: as mulheres procuram o príncipe encantado e têm uma necessidade absoluta de acreditar que é para sempre. A verdade é que muitas vezes "pomo-nos a jeito" para ser usadas e magoadas.

Su

xarmus disse...

Olá Su

Infelizmente é verdade. As mulheres vão sempre pelo sonho, e alguns filhos da puta que sabem isso, aproveitam.

Felizmente as mulheres estão cada vez mais informadas e estes casos são cada vez menos.

Portugues Charmoso disse...

Espero que este sacana esteja na merda a esta altura....
Foste um grande amigo e cavalheiro ....

xarmus disse...

pois... era justo.

Manuela Marques disse...

Gosto da tua maneira de ser e identifico-me. Sou sempre sincera digo o que quero. No entanto já estive do lado da tua amiga e também já fui enganada e apaixonada por um cabrão desses.
Estou a gostar do teu blog.
http://mariamadalena-okapa.blogspot.pt/

xarmus disse...

Olá Manuela Marques

Pois... pode acontecer a qualquer um, mas penso que algumas pessoas se deixam iludir com mais facilidade do que outras. A sede de viverem um sonho, um conto de fadas, faz com que acabem por ser vitimas mais fáceis, mais vulneráveis, a estes filhos da puta sem escrúpulos.

Mas também temos que dizer uma verdade... é que o facto das mulheres dizerem o que procuram, e principalmente dizerem como gostam de ser levadas também faz com que existam este tipo de oportunistas.

No fundo elas mostram o ouro ao bandido e ainda lhes dizem a combinação do cofre. Eu perco muitas hipóteses de me relacionar com certas pessoas, porque não as quero enganar, apesar de saber como as poderia levar, e depois vem outro gajo sem escrúpulos e consegue aquilo que eu não consegui.

Enfim... pelo menos durmo bem, de consciência tranquila.

A propósito desta história e deste meu comentário, remeto-te para a conversa 400 e para a reflexão R10 "engana-me que eu gosto" que falam da mesma temática.

Beijocas

Anónimo disse...

sei q a historia n é para rir, mas isso aconteceu-me 2x seguidas e eu sou macho, essa mulher teve umas semanas assim, eu tive 4 anos sem falar c uma unica mulher
cumps

xarmus disse...

Pois... também há mulheres a aproveitarem-se dos homens, Embora deva ser com menos frequência.

Abraço

Sher Cane Cane disse...

Se te voltar a acontecer uma parecida há algo que deves evitar

"Eu avisei"....

É terrível... já basta como nos sentimos.. acredita. o "Eu avisei"... é cruel ...

xarmus disse...

Pois... e entende-se perfeitamente.