Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


28.5.10

H009 Duas amigas

(01:32) Cris 19 diz: oi
(01:32) xarmus diz: Olá
(01:32) Cris 19 diz: curti a tua msg
(01:32) xarmus diz: bigada
(01:32) Cris 19 diz: deves ser fodilhao lol
(01:32) xarmus diz: faz-se o que se pode…
(01:33) Cris 19 diz: ja deves ter fodido muitas gajas
(01:33) xarmus diz: Não me posso queixar
(01:33) Cris 19 diz: es tu na foto
(01:33) xarmus diz: claro… e esse cuzinho é teu?
(01:33) Cris 19 diz: yep lol
(01:33) xarmus diz: que rico cuzinho… jasus… perdia-me aí
(01:34) Cris 19 diz: es um kota todo bom lol
(01:34) xarmus diz: faz-se o que se pode… heheheheh
(01:34) Cris 19 diz: que idade tinha a pita mais nova que fodeste
(01:34) xarmus diz: não sei… uns 20 anos
(01:34) Cris 19 diz: fodias uma de 19
(01:35) xarmus diz: se fosse preciso… fazia o sacrifício… heheheheheh
(01:35) xarmus diz: porquê a pergunta?
(01:35) Cris 19 diz: procuro um homem mais velho pa curtir comigo e com uma amiga minha lol
(01:36) xarmus diz: então acabaste de encontrar…
(01:36) Cris 19 diz: tens sitio
(01:36) xarmus diz: tenho… e bem confortável
(01:36) Cris 19 diz: fixe
(01:37) Cris 19 diz: tens fotos do teu piço
(01:37) xarmus diz: tenho
(01:37) Cris 19 diz: mostra
(01:38) xarmus diz: hhummm… não sei não
(01:38) xarmus diz: uma vez andei a mostrar fotos do meu piço a uma miúda que me disse ter 20 anos e mais tarde vim a descobrir que tinha 13.
(01:38) Cris 19 diz: posso ligar a cam para tu me veres
(01:38) xarmus diz: ok… se ligares… mostro
(01:39) Cris 19 pretende iniciar uma Chamada de Vídeo consigo.
Aceitar (Alt+X) Recusar (Alt+Y
(01:40) xarmus diz: bem….. recebes sempre assim os amigos???
(01:40) Cris 19 diz: esta calor aqui
(01:40) xarmus diz: pois… estou a ver que sim…. Que ricas mamocas… parabéns
(01:40) Cris 19 diz: mostras as fotos agora
(01:41) xarmus diz: até tas envio… para mostrares à tua amiga.
(01:41) Cris 19 diz: isso era bue fixe lol
(01:43) xarmus: Iniciou a transferência de um ficheiro
(01:43) xarmus: Iniciou a transferência de um ficheiro
(01:44) A transferência de "********.JPG" está concluída.
(01:44) Cris 19 diz: dassssss isto é tudo teu
(01:45) xarmus: Iniciou a transferência de um ficheiro
(01:45) xarmus diz: não… é do vizinho de cima… hehehehe
(01:45) Cris 19 diz: é bue grande lol
(01:46) A transferência de "********.JPG" está concluída.
(01:46) xarmus diz: dizem que sim…
(01:47) A transferência de "********.JPG" está concluída.
(01:47) xarmus diz: e se trocássemos de contactos?
(01:48) Cris 19 diz: yep pode ser
(01:48) xarmus diz: o meu é *** *** ***
(01:48) Cris 19 diz: *********
(01:50) xarmus diz: vives com os teus pais?
(01:50) Cris 19 diz: nop vivo num quarto
(01:50) xarmus diz: posso ligar-te agora um cadinho?
(01:50) Cris 19 diz: yep
(01:51) xarmus diz: então vou desligar daqui

A nossa conversa telefónica foi animada como sempre e completamente surrealista. Eu sou um depravado e ela não me ficava nada atrás. A rapariga frequentava o primeiro ano duma universidade em Lisboa, e vivia num andar partilhado com colegas. Era bi e tinha uma namorada de 20 anos que era colega dela. Como eram bi e andavam com saudades de mamar um piço e levarem com ele e não queriam trair-se, decidiram arranjar um gajo para brincar com elas. Decidiram também que o gajo teria que ser cota e bem avantajado. A escolha de um homem mais velho, tinha a ver com os ciúmes que elas pudessem ter uma da outra, e para evitar enfrentar a descriminação de um rapaz da idade delas, que na generalidade são preconceituosos, cheios de manias e muito pouco tolerantes e cooperantes. No fundo, procuravam um vibrador de carne e osso, dos grandes, com comando de voz, e que fosse descomplicado.

De facto, eu era o gajo perfeito para o acontecimento. Ela gostou muito de conversar comigo, e a diferença de idades não atrapalhou nada. A melhor hora para elas seria ao fim da tarde, por volta das 17h, e combinámos que quando eu fosse a Lisboa a avisaria com um dia de antecedência. Na semana seguinte enviei-lhe uma mensagem a perguntar se dava para combinarmos alguma coisa para o dia seguinte, ao que ela me respondeu que sim… para as 17h no Campo pequeno.

No dia do encontro telefonei-lhe a saber se estava tudo bem, e disse-lhe que, como estava de autocaravana, não dava para estacionar, tinha que apanhá-las e seguir para outro lado. Funcionou tudo às mil maravilhas. Parei num semáforo e elas entraram as duas pela porta da frente, e apesar de só ter um banco para o pendura, lá se instalaram muito agarradinhas.

Bem… as mulheres eram lindas de morrer e podres de boas. Extremamente bem feitas, com tudo no sitio, e vinham muito descapotáveis. Tinha-me saído a sorte grande e a aproximação. Fomos a conversar acerca de coisas banais até eu estacionar num sitio sossegado. Passámos para trás, tranquei tudo, fechei as persianas da frente, e só depois demos os beijinhos de apresentação. A Cris apresentou-me a Tita, e eu perguntei se queriam beber alguma coisa…

Cris: - não… queremos é curtir.
Eu: - ok. Eu vou beber um brandy mel enquanto se põem à vontade.
Tita: - bem… isto é uma casa… já viste nós com uma coisa destas?! É bué de fixe… era só viajar. Já viste a casa de banho??? Que nice.
Enquanto a Tita se maravilhava com minha casa móvel, a Cris foi-se despindo.
Cris: - anda cá amorzinho.
A Tita despiu-se num ápice e saltou para cima da cama.
Cris: - Se não te importas nós vamos já aquecendo…
Eu: - Tudo bem… estou só a acabar o cigarrinho já me junto. Eu adoro ver duas mulheres na brincadeira… de maneira que não se acanhem. Aquilo era digno de ser filmado ou fotografado. Tinham uns corpos lindos, muito jovens e umas conas todas boas, depiladas, e uns rabinhos deliciosos. Fiquei num estado indescritível.

Tive que tirar as calças porque já não tinha maneira de ter o piço dentro delas. Fui-me despindo, e o piço parecia que ia rebentar a qualquer momento de tão teso e inchado que estava. Aproximei-me lentamente, saltei para cima da cama, e continuando a apreciar aquele espectáculo, fui acariciando e apalpando tudo o que me apeteceu. Neste momento, elas já estavam uma por cima da outra em 69 a lamberem-se. A Tita decidiu voltar-se para mim, para me chupar e disse:
Tita: - bem… tu já viste a moca deste gajo????
Cris: - eu disse-te que era bué grande…
Tita: - grande???? Eu nunca vi nada assim… já tinhas visto um piço deste tamanho ao vivo?
Cris: - O do André era parecido…
Tita: - Foda-se… ganda moca. Posso mamar?
Eu: - claro linda… podes tudo. Sirvam-se à vontadinha... façam de conta que estão em vossa casa. Se tiverem situações ou posições que queiram experimentar, não se acanhem… usem-me.
Tita: - Nem sei se tenho boca para isto tudo… mas vou curtir bué a mamar num pau destes.

Como as raparigas eram muito mais novas do que eu, quis deixar que fossem elas a propor situações, pelo menos no inicio. Claro que eu também tinha umas ideias de coisas que gostava de fazer a três, mas queria ver primeiro o que elas tinham em mente, e qual o tipo de relacionamento entre elas para não ferir susceptibilidades. Ver se alguma tinha mais apetência para homens do que a outra, e se alguma delas era mais activa… enfim… tentar curtir o mais possível sem forçar nada, nem criar desconforto a nenhuma delas.

A partir daqui começa a ser difícil para mim contar em pormenor tudo o que fizemos, tanta volta demos naquela cama. Propus-lhes que cada um de nós, à vez, desse dicas para que todos tivéssemos oportunidade de satisfazer os seus desejos. A ideia foi bem aceite, e a coisa funcionou lindamente. Elas mamaram enquanto foram lambidas, lamberam enquanto foram fodidas, mamaram em conjunto, todos nós lambemos em conjunto, parece que não ficou nada por fazer.

Eu adorei lamber as duas coninhas juntas enquanto elas se beijavam, adorei estar a foder uma e os dois a lambermos a outra. Adorei pôr as duas de gatas ao lado uma da outra… e foder uma de cada vez. Perguntei-lhes se queriam que mudasse de preservativo, ao que ouvi quase em uníssono… - Não. Metemos as mesmas coisas na cona uma da outra. Maravilha…. Assim era mesmo tirar de um lado e penetrar no outro. Divertimo-nos imenso os três, e a coisa correu bem melhor do que eu esperava. Depois de cerca de duas horas de brincadeira da grossa, propus-lhes que nos viéssemos em separado, e que cada um de nós escolhesse como se queria vir. A primeira a vir-se, foi a Cris que escolheu pôr-se de gatas com a Tita por baixo em 69, e que eu a fodesse por trás.

Cris: - Quero lamber a cona à Tita, enquanto ela lambe a minha e enquanto tu me fodes por trás. Esfregou-se toda na boca da Tita, enquanto eu lhe enterrava o piço devagarinho. Fui aumentando o ritmo à medida que a sentia aproximar-se do orgasmo. Delicia… curtiu até mais não, e veio-se que nem uma cadela. Eu tinha posto um cd que elas tinham trazido de musica de discoteca, e congratulei-me por ter posto altinho, porque os gemidos de prazer eram audíveis lá fora, não fosse a musica abafá-los.

Tita: - Eu quero que tu me lambas e me enfies os dedos como só tu sabes fazer, enquanto eu mamo neste caralhão bom. Quero estar a mamar quando me estiver a vir. Deitou-se de barriga para cima, com uma almofada alta na cabeça, e enquanto a Cris a lambia eu dei-lhe o piço à boca para ela mamar à vontade dela.
Eu: - Se quiseres eu fodo-te a boca para não teres que pensar no que estás a fazer…
Tita: - gosto deste gajo porque ele tem boas ideias… hehehehehe
Foi uma maravilha. Começámos devagarinho e sempre mantendo a cadência, sem parar, e conforme ela ia subindo de patamar no prazer, nós íamos acelerando o ritmo. Ela vir-se, foi uma inevitabilidade trágica. Tadinha da moçoila sofreu ali de prazer que não foi pêra doce. Eu fiz um esforço enorme para não me vir, e garanto que não foi nada fácil. Aliás… já andava a fazer esforços para não me vir há umas duas horas.

Tita (ainda muito ofegante):- Bem… vocês torturaram-me. Fooooda-ssse.. curti que nem uma puta… hehehehehehe
Eu: - Pois… nós vimos. Heheheheheh
Cris: - Não tens vergonha de te vir dessa maneira em frente de desconhecidos?
Eu: - Meninas... qual das duas é que gosta de leitinho?
Tita: - EU!!!!
Eu: - Então vamos fazer assim… eu quero vir-me com a Tita a mamar-me, enquanto tu me dás a coninha na boca… mas como quero lamber as duas, começa a Cris a mamar-me e depois quando eu disser…trocam. Mas tem um pormenorzinho que eu adorava e vocês eram umas queridas se me fizessem a vontade…
Tita: - Aproveita porque nós hoje achamos que tu mereces tudo… nunca vi um gajo tanto tempo duro… quando bateres a bota, tens que mandar embalsamar esse caralho.
Cris: - Mas diz lá qual é a tua ideia…
Eu: - eu quero começar a lamber uma de cada vez, mas depois quando já estiverem bem quentinhas, quero que vocês “batam uma” para a minha boca… até se virem.
Tita: - Ui… Isso é fácil…
Eu: - Então fazemos assim… para eu não estar a dizer para trocarem, porque não vou estar em condições de dizer nada… quando te vieres na minha boca, trocam. Ok?
Cris: - Bora lá que ainda me venho mais uma vez…
Dei-lhes uma breve explicação de como me baterem uma enquanto mamam.
Deitei-me de barriga para cima e disse:
- Se eu me apagar aqui, vocês saem, e  fazem um telefonema anónimo para a policia a dizer que está um cota morto que não se aguentou à bronca dentro de uma autocaravana neste sitio…. Hehehehe
Cris: - É pá… não digas isso nem a brincar
Eu (a esfregar as mãozinhas):- É que isto mesmo para mim, que estou habituado a ter prazer às paletes, vai ser muito à frente. Ter duas gajas podres de boas a virem-se para a minha boca enquanto me mamam… vai ser sublime.

Decidi entregar-me ao prazer com muita calma, aproveitando o momento único, e desta vez sem ter que fazer esforço para não me vir. No decorrer daquele momento de prazer infinito, perdi a noção do tempo, e desliguei completamente do mundo exterior. Senti o prazer a subir, até que cheguei aquele ponto de não retorno, que precede um orgasmo brutal. Vim-me que nem um desalmado. Só depois de acordar daquele prazer profundo é que percebi que a Cris não quis perder o fim da festa, se tinha voltado ao contrário, e tinha ido partilhar o leitinho com a namorada. Uma maravilha.

Fiquei mais morto que vivo… e precisei de um tempinho para recuperar do tareão que levei… só me levantei quando a Cris disse:
- Xxxxiiiii foda-se… são quase oito horas… temos que ir.
Tita: - Vais-nos lá pôr ao mesmo sítio?
Eu: - Ó querida… eu ponho-vos onde vocês quiserem
Levantei-me de um salto e agarrei-me à roupa e disse: - então bora… o ultimo é maricas… 

14 comentários:

Anónimo disse...

Desafio-te a contares a tua história mais recente, com todos os pormenores que temos direito.
Beijo, Filipa

xarmus disse...

Olá Filipa... eu até tenho uma história recente deliciosa, e que até tem os pormenorzinhos sórdidos todos, mas ando num trilema desgraçado em relação ao que hei-de publicar aqui ou não. Por uma lado ando cheio de vontade de a publicar, por outro e por razões que não posso explicar agora, não me convém nadinha. Ando a ponderar não a publicar na integra, porque é gira de se ler na mesma... vou ver. Mas tenho muitas já escritas que vou publicar, e muitas por escrever... ando a tratar disso.

Anónimo disse...

Concordo com a filipa.. As tuas historias são mesmo para ler até ao fim.ahaha, mto fixe

S.

Reflexos disse...

Aventura escaldante e muito excitante! Amei ler!!!

Anónimo disse...

Tu és hilariante!
Farto-me de rir com estas histórias. Entre as gargalhadas e as que bato pela tesão que tenho a ler isto tudo, não sei para onde me virar! LOL

Bj e continua assim

Helena

xarmus disse...

A ideia é essa mesmo. É para rir e ir batendo umas. São duas coisas que dão prazer e fazem bem à saúde.

Beijocas delicia

(not yet Boss) AC disse...

Bem, que serão! Que ricas amigas! Encontraste-as também nos sites? Tens que me dizer quais são! ;)

xarmus disse...

Olá Gajo... foi de facto uma tarde muito bem passada.

Sim... como vês pela conversa inicial do post, encontrei uma delas num site e ela trouxe a outra.

Os sites são sempre os mesmo do costume... se fizeres uma busca no google encontras vários, e depois é só ter unhas para as engatar. Se leres o blog por inteiro, aprendes muito acerca da forma como engatar. De qualquer modo as mulheres que por ali andam já estão predispostas a ter sexo. è para isso que 90% delas lá andam. É como pescar num alguidar.

Abraço

Anónimo disse...

Óh pescador de alguidar, tu não tens unhas, são bem curtinhas!!!

És um fenómeno!!!

Ainda bem que não morreste na altura, olha o que eu tinha perdido?!?!?!
hehehehe...

Niniche

xarmus disse...

Não eram duas moçoilas, apesar de podres de boas, que iriam dar cabo de mim... heheheheheh

Portuguesinha disse...

relato mais que excitante...foi fácil me envolver na história...
ès otimo a relatá-las
beijocas, xarmus


pontoerotyco.blogspot.com

xarmus disse...

Eh pá... se te envolveste, estive com 3 e não com duas... hehehehehe

Beijocas boas para ti também

Anónimo disse...

as tuas historias são deliciosas. tambem ja me toquei a ler esta.

beijo molhado

xarmus disse...

Olá anónima... boa, aproveita enquanto é grátis.

Beijo guloso