Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


24.12.12

R017 O meu segredo


Tenho recebido muitos mails de leitores (homens) do meu blog a perguntarem em que sites é que eu engato. Percebo que os leitores ficam com a ideia de que os sites onde engato são melhores do que os sites onde eles engatam, e ficam com essa ideia porque vêm a facilidade com que eu marco um encontro com as mulheres com quem teclo. Quem anda nestas andanças, inscreve-se em todos os sites disponíveis, e são sempre as mesmas pessoas a frequentarem os mesmos sites.

Há sites onde cada associado tem um perfil e há sites onde para além do perfil, é possível publicar um anúncio. Há sites onde também é possível entrar num chat publico ou privado. Eu nunca uso os chats e o que faço nesses sites é enviar uma mensagem para o associado, ou responder a um anuncio, onde envio o meu contacto de msn e espero ser adicionado. Essa primeira mensagem tem que ser suficientemente interessante e original para que quem a recebe tenha vontade de me adicionar ao seus contactos de msn.

As primeiras conversas que tenho com as mulheres com quem teclo são já no msn, e são exactamente essas conversas que eu publico no meu blog. Deste modo, é possível todos os leitores verem como consigo travar conhecimento com alguém, já que em muitos casos publico a primeira conversa que tenho com quem me adiciona ao msn. Antes dessas conversas, o que houve foi o envio de uma mensagem, ou a resposta a um anúncio e nada mais.

Presentemente, pouco utilizo os sites, já que muitas mulheres me adicionam aos seus contactos de msn a partir do meu blog. Prefiro os contactos que me chegam do blog, porque as pessoas já vêm pré-seleccionadas.

Muitas vezes as mulheres que me chegam ao msn através dos sites e que não me conhecem de todo, necessitam de muito mais tempo de teclanço para nos conhecermos mutuamente, e muitas vezes ao fim de horas de conversa percebe-se que não temos interesses em comum. As mulheres que me chegam através do blog, já vêm com o trabalho de casa feito, e por já conhecerem a minha forma de pensar e de me expressar, facilita a comunicação.

O sucesso do engate ou a facilidade de marcar um encontro não está nos sites mas sim na forma como abordamos ou tentamos engatar uma mulher. Há homens com mais jeitinho para engatar do que outros, e apesar da figura física também contar muito nestas coisas, para a maior parte das mulheres, a conversa é sempre mais importante. Um homem que não saiba dizer nada, ou que não seja emocionalmente inteligente dificilmente consegue bons resultados.

Segundo as minhas amigas e mulheres com quem teclo no msn, muitos homens costumam ter uma conversa imatura, prepotente, e tanguista. Acham-se os maiores, mais inteligentes que as mulheres e perdem-nas porque não respeitam a sua inteligência, as suas opiniões ou as suas vontades. Se queremos engatar uma mulher, não podemos começar por enganá-la insultando a sua inteligência, com as tangas do costume. É uma falta de respeito, querer cona e dizer que se quer outra coisa qualquer. Mentir na idade, estado civil, profissão, usar fotos falsas ou muito antigas nunca dá bom resultado, e se a ideia é marcar um encontro, nessa altura vamos ver a desilusão na cara do outro, e passar a vergonha de sermos confrontados com a mentira.

As mulheres têm uma sensibilidade muito apurada, e topam quase sempre quando um homem não está a ser sincero. A falta de sinceridade traz a falta de confiança, e sem confiança é muito difícil uma mulher marcar encontro com um homem que tem mais força física do que ela e que lhe pode fazer mal. Mesmo que arrisque a ir conhecer um homem, nenhuma mulher se entrega intimamente a alguém em quem não confia.

Muitos homens começam a conversa com uma panóplia de mentiras, e de demonstrações de força e virilidade, cheios de razões e certezas, não percebendo que estão a condenar à partida o sucesso de uma relação que poderia ser verdadeiramente prazerosa. Muitas vezes, é logo nas primeiras palavras que se trocam que se consegue fazer passar uma boa imagem, ou se destrói completamente qualquer hipótese de marcar um encontro sexual.

Assim, a postura ideal para se engatar uma mulher com fins puramente sexuais, é ser sincero, simpático, bem-educado, atrevido e respeitador.

Sinceridade: Como disse em cima, a sinceridade está intimamente ligada à confiança, e sem confiança não há possibilidade de haver intimidade nem entrega. Mesmo que se consiga levar para a cama uma mulher sem haver muita confiança entre os intervenientes, a queca não é nada de especial, pelo facto de não haver confiança. O prazer está principalmente na cabeça, e sem confiança, por muito que se seja bom fisicamente, nunca se pode ter o prazer que se teria se houvesse intimidade e entrega.

Simpatia: A simpatia é essencial à empatia. Se não formos simpáticos dificilmente iremos conseguir criar desejo na mulher, ou que se gere a química necessária a um relacionamento intimo e prazeroso. Para se conseguir bom sexo, é necessário que cada um dos intervenientes deseje dar prazer ao outro, e se não formos simpáticos para o outro, nunca vamos conseguir isso. Acontece-me muitas vezes, começar uma conversa com uma mulher que se mostra agressiva, ou com a mania que é boa, ou cheia de certezas, ou com qualquer outra paranóia que me tira completamente o desejo de lhe dar prazer, e que muito dificilmente consigo apagar essa imagem negativa criada logo nas primeiras linhas de conversa.

Boa educação: A boa educação, fica sempre bem a qualquer pessoa. Cumprimentar à entrada, avisar se estamos ao telefone ou se nos vamos ausentar do computador, despedirmo-nos à saída como de resto se faz em qualquer outra situação. Às vezes geram-se mal entendidos por não se respeitarem as mais elementares regras da boa educação. Muitas vezes o desprezo e a falta de respeito criam no outro lado ainda mais vontade de travar conhecimento, mas como não gosto minimamente de gente que se estimula pela negativa, são pessoas que não me interessam conhecer. Do outro lado acontece a mesma coisa. Há homens que logo nas primeiras linhas dizem coisas ou têm atitudes que inviabilizam à partida qualquer hipótese de conhecerem pessoalmente a mulher com quem conversam.

Atrevimento: Se a ideia é paparmos uma mulher, convém que lhe mostremos que estamos interessados nela e o quanto a desejamos. Devemos ser atrevidos na linguagem e nas atitudes, (sem sermos porcos). A linguagem apimentada é um bom excitante, e devemos chamar as coisas pelos nomes. Claro que convém pedir licença antes de usarmos linguagem mais hardcore, (é uma questão de boa educação) mas não devemos evitar o uso de linguagem mais atrevida. Uma conversa politicamente correcta e sem sair da normalidade pode ser até muito interessante, mas se não formos atrevidos, corremos o risco de não conseguir despertar o desejo do outro lado.

Respeito: O respeito pela outra pessoa é essencial para que se consiga desenvolver uma relação de intimidade e desejo. Quando digo respeito, não estou a falar da linguagem, que deve ser atrevida, mas do respeito pela outra pessoa enquanto ser humano, com direito e ter ideias, desejos e interesses diferentes dos nossos. Respeitar os outros, pressupõe não lhes mentirmos, não humilharmos nem gozarmos. Sabermos respeitar as diferenças de opinião, gera uma conversa saudável, onde cada um pode mostrar o seu ponto de vista, de forma sincera e desinibida. Se não formos abertos às diferenças e não respeitarmos as opiniões dos outros, não só não aprendemos nada de novo, como acabamos por inibir o outro de expressar livremente as suas opiniões.

Ao longo da minha vida e experiência sexual, apesar de ser um homem fisicamente atraente e que sabe dar prazer a uma mulher do ponto de vista meramente físico, percebi que grande parte do sucesso das minhas relações sexuais esporádicas, deve-se à minha inteligência emocional, e começa ainda antes de conhecer pessoalmente as mulheres que se encontram comigo. Nesta fase ainda não nos conhecemos pessoalmente e o meu bom desempenho a nível sexual ainda não é conhecido e não conta para a decisão.

A prova de que as primeiras conversas são muito importantes e de que consigo criar laços de confiança, é o facto de algumas mulheres aceitarem as minhas propostas por mais arriscadas que sejam, como encontrarem-se pela primeira vez comigo às escuras, ou entrarem vendadas, deixarem-se amarrar ou autorizarem abusos mesmo antes de me conhecerem pessoalmente.

Muitos leitores perguntam-me qual é o meu segredo para ser tão bem sucedido, mas eu não faço segredo de nada. A publicação das minhas conversas, das histórias, das reflexões e de todo o conteúdo do blog em si, é um partilhar permanente de toda essa informação com os meus leitores.

10 comentários:

T* disse...

Esta reflexão devia ser lida por todos os homens deste país.
A simpatia, a boa educação e o respeito deviam de estar sempre presentes na mente dos homens quando querem conhecer uma mulher, mesmo que não seja para pinar com ela.
Infelizmente homens rudes é o que há mais por aí...e mulheres também.

Posso partilhar parte deste texto no meu blog? (com a devida referência)

Beijinhos bons!

xarmus disse...

Olá T*

Obrigado pelo teu comentário.

Claro que podes partilhar o texto no teu blog... na boa.

Beijocas boas

Patrícia disse...

aqui está a razão.
Simplesmente.
Como diz a T* todos os homens deviam ler isto.
E as mulheres que ainda vivem na idade média.
Haja respeito entre as pessoas. Ser-se claro sobre o que se quer.
e esperar que a outra pessoa queira o mesmo.
Se não quiser...passa-se à frente.
Nunca tinha andado em sites e, para estreia, conheci o xarmus através de um deles.
Nunca tinha pensado em relacionar-me sexualmente com um desconhecido.
Com ele pareceu-me natural. Eu não queria uma relação. Queria um pouco de companhia.
Ele deu-me isso. E ainda um bónus...o melhor sexo que há.
Qualidade.
E continua a fazer-me companhia.
E a tratar-me como ser humano.
alguns, diziam querer uma relação, uma mulher para a vida e a verdade é que
sentem falta da mamã de quem lhe faça tudo e ainda lamba o chão que pisam.
Outros cantam uma cantiga para embalar ingénuas e quando as conquistam dão-lhe um pontapé.
Há de tudo.
O Xarmus conquistou-me exactamente pela conversa. Poucas palavras e disse ao que vinha, o que esperava.
Deixou-me a escolha.
Nunca me arrependi de o ter adicionado no msn. Nunca me arrependi de o ter ido encontrar.
Ganhei com o conhecimento.
A minha vida ficou mais rica.

xarmus disse...

Olá Patrícia

Muitos homens que querem apenas sexo, tentam engatar as mulheres com as tangas do costume, que procuram uma relação, uma namorada etc. Depois de as comerem até não quererem mais desaparecem de vez e elas nunca mais sabem deles.

Este homens que desaparecerem de vez quando não querem mais, enquanto não desaparecem, são queridos e respeitados pelas mulheres por não serem uns depravados que só as querem usar.

Eu que sou sincero e digo que só quero sexo, e não procuro relacionamentos, sou considerado um depravado que só quer usar e deitar fora, e acabo por ficar verdadeiro amigo das minhas amigas coloridas mesmo que deixe de ter sexo com elas.

Se os homens que usam estas tangas para caírem nas boas graças das mulheres são desonestos e desrespeitadores, as mulheres que os valorizam e os preferem aos outros que até são sinceros quanto às suas intenções, também são culpadas pela continuação deste tipo de estratagema.

conforme mostram muitas das conversas que publico, já fui marginalizado por mulheres por ser sincero, que acabam por preferir os tanguistas, e assim perpetuam esta forma de engatar. Se a maior parte dos homens usa este estratagema para engatar é porque resulta.

Aconselho a ler os posts (R009 Cantadas hipocritas) e (R010 Engana-me que eu gosto)

José Pedro disse...

Depois de ler com toda a atenção este maravilhoso post só posso dizer que concordo a 100%.
Não existem locais melhores ou piores para se conseguir um relacionamento que se possa desejar.
Os locais apenas servem como um facilitador do 1º contacto.
A partir daí tudo acontece de acordo com a empatia que se pode geral, nada mais, e a honestidade e o respeito pelo proximo são dois fatores fundamentais para que tudo possa dar certo, isto logicamente para as duas partes, por isso não são precisos estratagemas para se engatar, basta apenas sermos quem somos, mostrarmos como somos e se as duas partes gostarem pois ficam sim engatados um ao outro, pois nunca é apenas um que engata.
Parabens pelo blog.
Um abraço

xarmus disse...

Olá José Pedro

Concordo contigo.

Abraço

Anónimo disse...

Olá Xarmus,

Deveria existir uma Universidade Xarmus só para homens... pq querido és um homem maravilhoso, és o máximo... e já estou com saudades!!! ;) Fernanda 34

xarmus disse...

Olá Fernanda

Obrigado pelas tuas palavras. Vindo de uma mulher com a tua experiência em homens, é de facto um elogio que muito me honra .

Também já tenho saudadinhas tuas... temos que alinhar agendas.

Beijos gulosos

Susana disse...

Olá!

É a primeira vez que leio o teu blog, e apesar de ter muito pouca experiência ao nível da variedade sexual, concordo a 100% com este post e com a grande maioria de todos os outros.
A sinceridade, penso que acima de tudo é o mais importante, põem-se todas as cartas na mesa e depois só joga quem quer!

Vou seguir! ;-)

Beijinhos

xarmus disse...

Olá Susana

Obrigado pela tua visita. Desfruta do blog, e sente-te livre para comentar ou fazeres as perguntas que entendas.

Terei todo o prazer em esclarecer-te.

Beijocas boas