Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


28.11.10

H017 Joana cabrita 24C (parte I)

Nas minhas andanças em sites de relacionamentos, vi num site, um perfil de uma rapariga de 24 anos, casada, que procurava parceiro para dar umas quecas. Estes anúncios nem sempre são verdadeiros, outras vezes são prostitutas, e quando são de facto verdadeiros, têm montes de respostas por parte dos homens. Uma mulher novinha, casada, à procura de sexo, tem sempre muita saída. Neste site, é possível publicar anúncios, e ver a quantidade de respostas que cada anúncio tem. O anúncio dela que tinha sido publicado há cinco dias, já ia com 752 respostas. Isto é desmoralizador para quem vai responder a um anuncio, sabendo que a sua resposta é a numero 753, (ninguém méréce… né?). Como sei que muitas respostas são no gozo, que maior parte dos homens dão montes de erros, não sabem escrever e muito menos ter sensibilidade para agradar a uma mulher, e como também não tinha nada a perder, já que tenho textos pré-escritos para variadíssimas situações, lá enviei a minha resposta ao anúncio. Passados 3 dias recebi uma resposta dela.

“Olá Luis, adorei a tua resposta. Fiquei impressionada. Recebi montes de respostas, mas estes gajos que andam neste site são uns burgessos, porcos, e não sabem dizer nada de jeito. O meu mail é o ********@*******.***, adiciona-me aos teus contactos e falamos melhor por lá. Gostava de ver fotos tuas. Beijos molhados”.

Bingo… apesar de saber que provavelmente ela respondeu a mais mensagens, estava tudo bem encaminhado para vir a conhecer a rapariga e satisfazer-lhe os apetites. Se ela me respondeu sabendo que eu tinha 44 anos, quando visse as minhas fotos, iria ser uma agradável surpresa para ela. Eu também estava com curiosidade de ver fotos dela, mas a ser verdade o peso e a altura que ela tinha no perfil, era uma moçoila bem proporcionada. Adicionei o contacto dela aos meus contactos de msn, e apanhei-a logo online.

Eu: - Olá
Joana: - oi
Eu: - és bem bonita
Joana: - obg es tu nessa foto
Eu: - sim
Joana: - que charme
Eu: - queres trocar fotos?
Joana: - bora
Joana: - está a convidá-lo para começar a partilha de fotografias. Pretende Aceitar (Alt+Eu: - ) ou Recusar (Alt+Y) o convite?
Aceitou o convite para começar a partilha de fotografia
Eu: - bem… és muito bonita… e com o devido respeito… podre de boa
Se eu te agradar… podemos divertir-nos muito mesmo.
Eu: - parou partilha de fotografias
Joana: - é essa a ideia mas mostra la fotos tuas de corpo
Joana: - de cara já deu para ver que es um charme
Eu: - queres do piço também??
Joana: - já agora
Joana: - parou partilha de fotografias
Joana: - muito bem
Joana: - estás muito bem para a idade
Joana: - as fotos da pila são mesmo tuas
Eu: - Não… são do meu tio… claro que são minhas
Joana: - lol estas muito bem fornecido
Eu: - ainda bem que gostas… isso quer dizer que estou aprovado?
Joana: - vamos marcar um cafezinho mas se fores mesmo como as fotos estas mais que aprovado
Eu: - maravilha
Joana: - Que idade tens
Eu: - 44 e tu?
Joana: - 24
Eu: - casaste há pouco tempo?
Joana: - há 4 anos e tenho uma filhota com 2
Eu: - Muito bem… e está a correr mal o sexo entre vocês ou gostas apenas de variar?
Joana: - eu gosto muito do meu marido mas sexo para ele é por-se em cima de mim 5 minutos e esta feito.
Eu: - entendo… assim é chato
Eu: - ele não te lambe? Tu não o chupas? Não há preliminares?
Joana: - ele nao gosta de lamber e também nao gosta muito que eu o chupe. Ele gosta é de me comer mas tambem é muito rápido para mim
Eu: - mas devias falar com ele acerca disso… não é muito bom que andes assim tão insatisfeita… e isso pode vir a trazer-vos problemas emocionais… e com uma filhota, convinha que a coisa não descambasse
Joana: - eu sei mas as tentativas de conversa com ele não tem dado grande resultado.
Eu: - devias tentar levá-lo a um conselheiro matrimonial ou um psicólogo.
Joana: - lol vai dizer isso a ele
Eu: - pois… entendo
Joana: - por isso mesmo decidi fazer o anuncio e encontrar alguem que me satisfaça mesmo e que goste do que eu gosto
Eu: - Então acabaste de encontrar… (bonequinho a esfregar as mãozinhas)
Joana: - era bue fixe
Joana: - deves ter experiencia deves saber como dar prazer a uma mulher
Eu: - disso… não duvides… sei mesmo
Joana: - eu sou cabrita
Joana: - tens problema com isso
Eu: - tenho… posso gostar demais… hehehehehehe
Eu: - já tinha reparado na foto… és uma cabrita linda
Eu: - trocamos de contactos? O meu é o *** *** ***
Joana: - o meu é o *********, mas nao me ligues sem enviar mensagem antes
Vou confiar em ti
Eu: - Fica descansada linda… só vou enviar mensagens… mas gostava de falar contigo pelo telefone… é mais fácil do que estar praqui à procura das teclas… achas que dá para te ligar agora?
Joana: - sim

Liguei-lhe… falámos ao telefone acerca do casamento dela, falámos do que gostávamos no sexo, falámos dos horários possíveis e delineámos estratégias para nos comunicarmos. Em relação ao casamento dela, era o costume, gostava do marido e gostava de estar casada e de viver com ele e a filha, mas tinha falta de um tipo de sexo diferente, mais assumido, mais explicito, mais depravado e mais vivido intensamente, com mais prazer e em que ela satisfizesse de facto as suas vontades e vivesse a sua sexualidade em pleno. Depois de falar com ela abertamente e de forma muito liberal, fiquei com muita vontade de estar com ela, porque para além de ser linda e podre de boa, tinha vontade de fazer exactamente aquilo que eu gosto. A ideia era encontrarmo-nos e passarmos ao ataque de forma desinibida, satisfazendo todos os nossos fetiches e vontades.

Ela trabalhava numa loja de roupa, num grande centro comercial e combinámos que eu a esperaria à saída por volta da meia noite.
(Continua no proximo post)

3 comentários:

xarmus disse...

Para quem seleccionou Histórias nas etiquetas, e para ler a continuação desta história, deverá clicar em (continua no proximo post) no fim de cada parte da história.

Joana disse...

Parabens, pelas tuas 200.000 visualizações ja vi que continua a crescer o site e não so :, ñ ligues aos invejoso que dizem k o site é foleiro.
td de bom bejocas na tua pila :*

xarmus disse...

Obrigado minha querida... claro que não ligo a invejosos. Beijocas para ti e para a tua cona boa.